25 de outubro de 2015

Gabrielle Aplin

     - este post contem  paixonite excessivamente aguda por causas de... Gabrielle Aplin


Ultimamente tenho ouvido muita coisa nova em relação à música. Tô "tentando" deixar essa "frescura/medo" que tenho - em ouvir novas estilos de música de lado - e escutando coisas que não são tanto dos estilos musicais que mais ouço. Achei muita coisa boa por essas minhas andanças, e pretendo mostrá-las aqui em breve. Mas, hoje lhes apresento Gabrielle Aplin, que já conheço faz tempo, e dez de então venho enrolando em falar dela aqui no blog.
Gabrielle Aplin é uma cantora e compositora inglesa de 22 anos (10 de outubro. e eu sou de 20 de outubro, temos uma coisa em comum, somos de libra kkkk), que ficou conhecida depois de postar vários covers no youtube, de bandas famosas como: Paramore  e You Me At Six. Em 2012 Aplin anunciou que tinha assinado um contrato com a gravadora Parlophone e estava gravando o seu álbum de estréia. Daí pra frente Aplin começou a ganhar mais destaque na mídia, depois de ter uma de suas músicas num comercial de TV. Seu segundo álbum English Rain foi lançado em 2013, estreou  em segundo lugar na parada de álbuns do Reino Undo; com vários comentários positivos do público; ganhando assim, o disco de ouro no Reino Unido com mais de cem mil cópias vendidas (obrigada, querido Wikipédia).

Conheço a Gabrielle (tô íntima) a muito tempo; até cheguei a falar dela no meu antigo blog, mas aqui no Quem Sou Eu? nunca! A primeira vez que eu ouvi o som dela, foi numa rádio - gosto muito de ouvir rádio, toda noite escuto e foi por lá que eu escutei pela primeira vez uma música da Gabrielle - a primeira música que eu ouvi dela na rádio foi: "Please Don't Say You Love Me" , quando eu ouvi fiquei completamente apaixonada, não só pela música, mas pela voz dessa menina, que é tão delicada - que fez o meu coração palpitar, e querer ouvir várias e várias vezes.
Até então eu não sabia quem era Gabrielle Aplin, só conhecia essa música dela, não à fisionomia de sua pessoa. Aí, nessas minhas tentativas de encontrar essa menina que cantava: "Please don't say you love, 'cause i might not say it back" - "Por favor simplesmente não diga que me ama, porque talvez eu não o diga de volta" (sermão da minha vida), me peguei ouvindo essa música com o ouvido grudado no som do rádio, tentando entender esse inglês, e depois tentando fazer o google entender o meu inglês (vem cá google, vamos bater um papinho: ajudaí cara), (coitado do google, nem eu mesma entendo, ele vai entender?!). Até achei que fosse a Birdy, que cantava essa música mas, não era ela. 

                     
Aí, eu continuei fuçado procurando, e achei, achei num dia que não resolvi procurar. Achei quando resolvi apertar em um vídeo desses aleatórias que aparecem no youtube, e achei a bendita música e a cantora. 


Daí pra frente foi uma pulo, escutei todas as músicas da Gabrielle naquele dia, e fiquei completamente apaixonada por ela, até hoje.
é muito amor envolvido <3333
Gosto muito de todas as músicas da Gabrielle. Adoro cada letra, cada som emitido por cada instrumento. Aquele 'ar' intimista que transmite (pelo menos pra mim) uma sensação de aconchego, que só poucas coisa te fazem si sentir assim. É muito bom e gosto muito muitíssimo.

Uma das músicas da Gabrielli que eu mais gosto, e Home. Não vou dizer que é a minha preferida, porque eu não tenho praticamente nada preferido (porque sou de libra), mas vou dizer que ela está na 1° posição das músicas que eu mais gosto da Gabrielle Aplin.



Não sei dizer o por que?! mas essa música me traz uma sensação de liberdade. Tem uma parte no final do clipe que ela corre na avenida e, aquilo - quando vi da primeira vez - me tocou muito. Acho que a atmosfera toda do clipe e também à música, me fazem sentir/ter essa sensação. Ela depois de ter sido roubada por uns caras e não tendo mais dinheiro pra si manter, decidi vender algumas das suas coisas/objetos pessoais, compra um violão e começa a tocar na rua para conseguir dinheiro. E depois quase no final do clipe, canta num bar sentada encima de uma mesa de sinuca, essa música e todo mundo  que estar lá canta junto. É tipo um coral, mas sem àquela estigma de coral, mas sim como numa platéia de um show, quando todo mundo canta junto ou quando você está com seus amigos, e vocês fazem isso juntos, não te faz sentir uma sensação boa? Uma sensação que ti faz pensar/sentir que tudo é possível? porque tudo é possível! Amo essa música!

Fiz uma seleção de músicas que eu gosto da Gabrielle, e que estão aí pra vocês escutarem e relaxarem, porque essa mina canta, e é bem dimais rapaz - aperfeiçoando o meu sotaque, de sei lá da onde é.




Gostaram da Gabrielle, e do som dela? Ela não é fofa? Já a conheciam?
Me contem.

~~~~~♥~~~~

Até a próxima