20 de setembro de 2015

uma relação de tapas & beijos com o calor

Tá muito calor
e sim: eu Odeio o calor e também o Amo

Hoje eu não tinha nenhuma pretensão de escrever aqui no blog. Pra falar a verdade eu não tenho pretensão nenhuma de escrever aqui durante essa semana, ou até esse calor durar. Acho que só estou escrevendo este post agora, porque está de noite e assim o calor "diminui" (quando eu for dormir ele volta), e porque também não quero deixar o blog à deus dará, sendo que eu estou aqui sem fazer nada, cheia de preguiça e frescura.
                                
Tenho uma relação de Amor & Ódio com o Calor, assim como tenho com o Frio. A menos de uma semana atrás estava um frio do caralho aqui em SP, e a menos de uma semana chegou esse calor do caralho, sem ao menos avisar (estou sendo muito dramática e chata? eu sei!). Pra falar a verdade eu gosto de calor, me lembro que quando era criança adorava que quando chegasse às férias, o meu aniversário ou o dia das crianças pra mim ir pro clube junto com os meu tios e primos, e sempre rezava pra que no dia estivesse fazendo muito calor, e mesmo se não estivesse eu caía dentro da piscina e me divertia como se não houvesse amanhã. Essa história de eu começar a "odiar" o calor - em partes- surgiu ali no comecinho da adolescência.


Acho que com todos os hormônios começando a borbulhar dentro de mim; me fazendo perder a cabeça; fazendo eu esquecer quem eu era; me tirando daquela felicidade que era ser criança; e se não bastasse tudo isso começava à surgir pelos em tudo quanto é canto e começou também àquilo que nós meninas temos todo o mês: à menstruação. Acho que o que mais acrescentou eu, a começar à ter essa relação de tapas & e beijos com o calor, se deve principalmente pela condição dos meus genes (acho que é isso que resulta nesse problema?) eu soou, soou muito:
fonte
Infelizmente não soou purpurina (quem dera!), mas quando chega o calor penso logo, que os meus dias vão ser de pleno suor e isso já me desanima muito. Já tentei de várias maneiras tentar achar uma solução pra isso; com desodorantes, pomadas e até essas receitas caseiras que si acha na internet e até agora nada. Eu vi pura aí, uma tratamento com Toxina Botulínica; que aplica diretamente nas Glândulas Sudoríparas, mas isso é muito caro e infelizmente eu não tenho grana pra isso. Isso me incomoda bastante, pra vocês terem uma ideia eu penso mil vezes antes de sair de casa quando tá calor. Isso não me impede de fazer às minhas coisas, mas me deixa apreensiva e muito insegura comigo mesma. Fico nessa neura de: Será que alguém está vendo que estou suando? Será que alguém tá reparando? e isso me deixa nessa cisma toda:


Bom, espero que esse efeito do El Niño que aquece as águas do Oceano Pacífico e que está causando este calor todo aqui acabe logo. Mas, também fico pensando que já está acabando o inverno (que eu achei era verão antecipado), e estamos entrando na primavera, e que o verão vem logo em seguida, e eu terei que conviver com eles, porque eu não sou Deus nem a mãe natureza e muito menos tenho din din pra ir pra algum país que esteja frio quando aqui estiver calor. E eu moro no Brasil, e Brasil é um país tropical que faz um calor desgraçado na maior parte do ano; por causa da bendita linha do equador e tenho que parar de ser fresca e começar aceitar que dói menos; porque pelo jeito, ainda temos mais uma semana com um maravilho calor pela frente:

Então bora enfrentar a semana. Bora eu, enfrentar a última semana do meu curso, bora enfrentar o suor; e bora sambar encima desse calor, porque ele não vai acabar com à gente, porque ele um dia vai embora; e à paz e harmonia vão reinar novamente (estou sendo filosofa ou maluca?).

fonte

------♥-----
Até a próxima