20 de dezembro de 2014

5 Filmes Inspiradores para Amar

Olá Pessoal! Já devem ter percebido, que hoje vou falar de filmes. São os cinco filmes que eu assistir nos últimos dias, e que de algum jeito me inspiraram, me despertaram alguma e fizeram com qui eles estivessem aqui hoje. Vamos à eles?

                                                       Caramba, amei essa capa.

Já faz tempo que eu queria assistir esse filme, e quando soube que iria passar na Globo, fui logo querendo assistir. Não sei porque, esse filme me chamou tanta atenção, sem ao menos saber que assunto trataria. Talvez seja pelo nome Meia noite em Paris, mas pelo fato de ter o '' meia noite'' e não por ter ''Paris'' ( me condenem), nunca fui uma admiradora de Paris, sempre preferi Verona (Itália), não sei por que. Mas depois de assistir esse filme, posso lhes dizer, que a minha opinião sobre Paris mudou. Eu posso dizer uma coisa: Paris fica mais bonita na chuva!
O filme conta a história de Gil (Owen Wilson), um roteirista bem sucedido de hollywood, que escreve livros de romance, e que acha suas obras um verdadeiro lixo. Gil e sua esposa Inez (Rachel Mcadams), decidem ir para Paris, junto com os pais dela. Quando Gil chega em paris, fica encantado com a cidade, e isso o faz questionar sobre os rumos de sua vida. Numa Meia em Paris, depois de algumas doses de vinho, Gil acaba viajando no tempo, para a  Paris da década de 20, e assim conhece vários escritores renomados, que sempre admiro ali na sua frente, e isso desencadeia em Gil, uma antiga paixão de si tornar, um grande escritor.
Eu achei o Filme muito Encantador. Tudo nele é perfeito (quase tudo). Me condenem, mas eu achei o casal principal um pouco sem graça. Principalmente a Inez, a mulher de Gil. Eu achei essa personagem um pé no saco. Acho que foi um dos filmes que eu mais odiei um personagem, que não era "vilão". Quando vi o casal pela primeira vez, achava que eles se amava loucamente, que iriam para Paris, viver o amor deles, na cidade do amor, mas não! Minhas expectativas em relação ao casal, e principalmente a mulher, foram por água abaixo, quando vi que ela não passava de uma mulher superficial, que realmente não estava nem ai, pro marido, e muito menos pros sonhos dele (afffff). Mas tirando isso o filme é maravilhoso.
A história do filme é dimais. Imagine só você está andando pela rua a noite, e derrepente para um carro pra te dar uma corona, e quando você ver, você está na época que você mais ama, na época que você queria ter vívido, com pessoas que você sempre admirou, e sempre desejou conhece-las, tipo uma viagem no tempo. Isso aconteceu com Gil, o maior sonho dele é ser um escritor de sucesso, e quando ele si ver do lado daquelas pessoas, ele ver uma chance de aprender um pouco com esses artistas que tanto admira. Como: Salvador Dali,  Zelda Fitzgerald, Gertrude Stein, F. Scott Fitzgerald,  Ernest Hemingway entre outros. Gil se ver na Paris dos anos 20 cercado de coisas, que o inspira a escrever o seu romance. Cercado de coisas que o faz entender o que ele quer para sua  própria vida.

É realmente um filme encantador, que me fez parar de ter uma visão superficial de Paris. Woody Allen o diretor e roteirista do filme, fez um trabalho belíssima, de encher os olhos. Uma fotografia linda, de Paris, que me encantou com sua sutileza. Realmente Meia Noite em Paris, é uma filme que eu super indico pra quem quer admirar Paris, pra quem quer se aventurar na década de 20, e pra quem gosta de um bom filme de comédia romântica.

Correio do Amor
Eu achei esse filme interessante. Uma história que eu já tinha visto em outros filme, mas que nunca tinha parado pra ver. E adivinhem, gostei e gostei muiiito! 
Um grupo de funcionários do correio americano, formado por Oliver, Rita e Normam, resolvem montar uma equipe de detetives para encontrar os destinatários de cartas, que foram extraviadas ou não entregues. Quando Shane é transferida para a equipe por engano, ela e Oliver passam a investigar uma carta de amor perdida que pode ajudar a provar a inocência de um homem e unir um casal novamente.
 Sabe, esse filme a primeira vista não te atrai, mas se você  parar pra assisti-lo vai ver, que tem muita coisa boa pra ver. É um filme que aguçou a minha curiosidade sobre às cartas. E me fez pensar, que cada carta tem uma história, tem pessoas por trás daquilo.Tem pessoas contando suas histórias, o que sentem, o que querem, o que são. Pessoas que escrevem uma para outras, com um intuito de só escrever. De colocar tudo na ponta do lápis e transferir pra uma folha em branca, e deixa que a carta vá, para o lugar certo.
E o mundo desse filme, é que ele nos mostra as duas partes. A parte de quem escreveu, e a parte de quem tem o dever de entregar a carta. O filme vai além da profissão dos correios, que o único dever é entregar a carta, só isso. Os personagens interferem no rumo dessa carta, mas de uma forma boa, que ajuda a carta a chegar ao destinatário. E assim mudar a vida do casal, que se não fosse por esses detetives de cartas, não se encontrariam no dia certo e certamente não viveriam o amor que sentem um pelo outro.

É um filme que eu indico pra quem, gosta de desvendar coisas, ajudar os outros, que gosta de comédia romântica, e pra quem quer saber mais sobre às cartas e o significado que cada uma tem.

Eu achei esse filme legal. Não é um filme maravilhoso, mas pra quem gosta de um filme clichê (eu), eu indico vocês assistirem.
Nick (Michael Cera) é um menino tímido, que toca numa banda de rock, e que é o único integrante hétero, e que está recém- separado de Tris (Alexis Dziena) e está tentando recuperar a ex-namorada. Quando Norah (Kat Dennings) encontra Nick no Show, eles tem uma conexão um com o outro, e a partir daí eles tem uma noite cercada de aventura, descobertas, música e amor.
Esse filme, é fofo. Tudo o qui um filme de adolescente tem que ter, ele tem. Apesar de ser água com açúcar, e não ter nada dimais, eu gostei dele. Achei gostoso de si ver. É uma trama leve, engraçada, um ótimo filme pra si ver num sábado a noite, quando você não tem mais nada pra fazer, a não ser ficar em casa.
Umas das coisas que eu mais gostei no filme, foi da Norah. Me vi algumas vezes nela, achei ela uma menina super autêntica, mas que também é tímida, tem um gosto musical interessante, além de ser linda. Gostei também dos personagens, achei eles super engraçados, menos o Nick. Achei ele um pouco sem graça, e sem rumo. Mas tirando isso, a história do filme é legal de si ver, mas pra quem gosta de filmes adolescente e de comédias romântica. 

Outra coisa que eu gostei no filme, é que ele se passa todo a noite. E isso eu achei super legal. Até fique imaginando com seria passar a noite em Manhatan, procurando uma amiga bêbada e uma banda de rock.

Nesse filme tem uma banda de rock, que si chama Cadê a Fuflly? eu achei esse nome super legal, passei o filme todo pra descobrir como era essa banda. Que tipo de som eles faziam. Se eram todos homens, ou se eram todas mulheres. Mas vocês só vão descobrir se assistirem o filme.

Esse filme eu assistir a poucos dias, passou na globo e decidir assisti-lo. Não sei se tenho a capacidade de falar dele, porque pra mim é difícil falar de coisas que me tocam. E esse filme me tocou de uma maneira, linda e inspiradora. Foi um dos melhores filmes que trata sobre: diferenças de classes sociais, a desigualdade social, preconceito e o racismo, que eu já assistir.
O filme se passa em Jack, uma pequena cidade do estado de Mississipe, anos 60. Skitter (Emma Stone), é uma garota branca, da alta sociedade, que esta determinada a se tornar uma escritora. Assim ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas e família para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skitter faz parte. Aibileen Clark (Viola Davis), empregada da amiga de Skitter, é a primeira a conceder a entrevista. E apesar das críticas da sociedade, e das próprias empregadas, aos poucos as duas vão conseguindo mais adesões,com a intenção de escrever um livro que retrate bem, a vidas dessas mulheres.
 Esse filme é extremamente lindo e chocante. É uma história inspiradora, de luta por uma sociedade mais igualitária. É uma história que me tocou pela sua expressão ao tratar o assunto. Pela sua firmeza ao retratar a vida daquelas mulheres, que deixavam os filhos em casa, para irem trabalhar em outras casas e cuidar dos filhos dos outros. Nós vemos isso como uma injustiça, mas para aquelas mulheres não! Mesmo sabendo que tinham que deixar os filhos em casa, para ir cuidar dos filhos de outras mulheres, elas amavam aquelas crianças, que cuidavam. Tratavam aquelas crianças, que daqui um tempo se tornariam seus patrões, com o mesmo carinho que tratavam os seus filhos de sangue. É realmente um filme que toca a nossa alma.

É lindo em toda a sua extensão. Realmente não tenho nada a criticar só elogiar. É um filme que não tem nenhum nome de peso em sua trama, que a primeira vista não teria motivo nenhum pra ser assistido. Mas, vale a pena assistir! Tem atores sensacionais, que interpretaram muito bem os personagens, que lhes foram dados. Que dá pra perceber, que eles colocam a alma naquele personagem. Eles conseguem transmitir todo a dor, a indignação, e a vontade de justiça naqueles personagens.

Todos os atores foram bem interpretados. Emma Stone foi linda na sua interpretação, mas nada que me tocasse. Já Viola Davis a emprega, essa sim eu bato palma por ter sido maravilhosa. Fez uma interpretação divina, acredito que até merecia ganhar o Oscar. Foi uma linda interpretação linda.

Eu super indico esse filme, pra quem gosta de Drama. Um drama bem trabalhado, bem composta. Que nos mostra a vida de mulheres negras na década de 6o, onde o preconceito e o racismo imperava nos Estados Unidos (época do Martin Luther King). E pra quem gosta de um bom filme. Assistam Histórias Cruzadas

Uma coisa que eu tenho para dizer sobre esse filme é: LINDO! Extremamente lindo em todos os momentos.
Phillippe (François Cruzet), é uma cara rico que após sofrer um acidente fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático que não tem experiência nenhuma, com pessoas nesta situação. Aos poucos Driss aprende a função, apesar das diversas gafes que comete. E ao longo do tempo Philippe se afeiçoa cada vez mais a Driss, por ele não sentir pena do estado de Philippe. Aos poucos a amizade entre eles vai crescendo, e si tornando grandes amigos.
Esse filme é de origem francesa, quando soube disso fiquei de boca aberta. Porque infelizmente não assisto nenhum filme que não seja de nacionalidade Americana ou Brasileira. Mas, a partir de agora vou prestar mais atenção nos filmes, de outras nacionalidades, porque também são ótimos.
Intocáveis é um filme inspirado numa história real e é lindo, delicado, inspirador engraçado, divertido. Tem tudo que um bom filme deve ter. Ele é extremamente tocante, em todas as formas, em todas as cenas. Foi um filme que me tocou bastante, igual ao Histórias Cruzadas, ou mais. Porque o Histórias Cruzadas, é mais pesado, mas dramático. Já Os Intocáveis, é mais leve apesar de tratar de uma tema difícil de si lidar, que é a deficiência de Phellippe.

O filme vai além de um cara, que ajuda a cuidar de um deficiênte físico. Ele mostra mais, mostra a amizade, o carinho, o respeito, a gratidão, o amor que um sente pelo outro. Não é só "patrão e empregado" essas duas palavras não existe entre eles, são amigos, e isso fica bem claro durante o filme.

É muito bom ver filmes assim. Que nos faz pensar, que depois de um acidente, que o deixou tetraplégico, ele teria todas às razões para desistir, mas mesmo assim, continua vivendo e sendo feliz. Tem uma frase do Phelippe que ele diz bem assim: O acidente só não quebrou a minha alma!. E é isso mesmo, temos que seguir enfrente apesar das dificuldades. Esse filme é uma lição de vida e sabedoria, entre um jovem nada tradicional, fora dos "padrões", e entre um senhor rico e tetraplégico.

Foi uns dos filme mais lindos e engraçados, que eu já assistir. Pode não parecer engraçado a primeira vista, mas tenho certeza de que si vocês assistirem vão rir muito. Vale muiiito a pena assistir Intocáveis. É um belíssimo filme.

~~~~~♥~~~~~

Eai, Gostaram dos filmes? Já assistiram algum? Me contem nos comentários.
Muito Obrigado.
Até a próxima!

~~~~♥~~~~